domingo, 28 de dezembro de 2014

Casa que respira arte e design

Quem atravessa a porta de entrada nem se dá conta de que a cabreúva usada na parede do hall envolve o “coração da casa”, como define o arquiteto Dado Castello Branco. “É a partir dessa caixa de madeira que os ambientes sociais se distribuem em espaços integrados”, diz ele sobre a construção erguida em um terreno de 1.200 m² no Jardim Paulistano, em São Paulo. Da antiga morada que havia ali não restou nada. Foi tudo demolido para a concepção de uma residência de 750 m² que privilegiasse o convívio familiar do casal com seus quatro filhos. No piso térreo, o projeto explorou os ambientes amplos, abertos uns para os outros e posicionados de forma que as pessoas pudessem ver, de qualquer ponto, o jardim e os cantos verdes assinados pelo paisagista Gilberto Elkis.














Fonte: Casa Vogue


Nenhum comentário:

Postar um comentário