//

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Charmosa pousada no tradicional bairro da Santa Tereza no Rio

Em apenas quatro meses, o arquiteto atualizou os interiores da construção de 500m², preservando sua atmosfera residencial clássica e romântica e boa parte do mobiliário original, mas imprimindo ao decór o charme e o despojamento tipicamente cariocas. Nova paleta de cores, além de elementos contemporâneos, como obras de arte, luminárias, tapetes, tecidos e objetos, agora dividem espaço com peças de épocas passadas, tanto nas áreas de convivência como nos quartos. É o caso da tapeçaria assinada por Concessa Colaço, icônica dos anos 70, que inunda o living de cor e movimento com seu grafismo sinuoso e tropical. “Optei por cores e materiais que evocam a atmosfera de casa para que o hóspede possa vivenciar a experiência de uma morada carioca sem associá-la a um ambiente comercial. Dos clichês que os gringos esperam encontrar no Rio, só foram mantidos os nomes dos quartos, batizados de The Sugar Loaf Master Suite, The Mango Tree Room e The Corcovado Room”, brinca o arquiteto.























fonte: www.franciscoviana.arq.b

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Casa no Leblon - RJ

Cada ambiente dessa ampla casa no Leblon mistura referências clássicas e contemporâneas. Enquanto a escolha dos acessórios e mobiliário - incluindo o desenho exclusivo das luminárias - reflete um gosto mais tradicional, sobretudo na presença dos dosséis, a cartela de cores foge de opções óbvias e aposta em combinações inusitadas e joviais. Obras de importantes artistas contemporâneos, como Henrique Oliveira, Gabriela Machado e Beatriz Milhazes, afastam qualquer sisudez e enchem as paredes de alegria.

















Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Apartamento tem decoração clean e ambientes espaçosos

ar carioca com alma francesa. Não há melhor definição para esse apartamento de 120 m², no bairro da Gávea, na zona sul do Rio de Janeiro. O morador, um psicanalista de 70 anos, morou em Paris por muitos anos e trouxe na bagagem de volta ao Brasil peças de alto valor afetivo que ganharam destaque na decoração. O desafio de renovar o ninho coube ao arquiteto Francisco Viana. Na planta original, três quartos, uma sala estreita e uma pequena varanda. Para criar um ambiente espaçoso para receber, o profissional optou por uma obra transformadora e, logo, cheia de quebra-quebra. O morador fez uma única exigência: uma área adequada para leitura e abrigo para os inúmeros livros.


















Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Casa de campo para relaxar























Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...