segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

A casa de Rodrigo Ohtake e Ana Carolina Ralston

Três gerações da família Ohtake fizeram deste edifício o lar perfeito para que Rodrigo e eu começássemos nossa vida juntos. Há 30 anos, o pai dele, Ruy, recebeu a encomenda de desenhar um prédio em homenagem à mãe, Tomie Ohtake. A arquitetura traz seu reconhecível traço, destacando varandas curvas e concreto aparente. O terceiro ponto pelo qual a obra do arquiteto é conhecida, o mix de cores vibrantes, ele deixou a cargo de Tomie, ao convidá-la para pintar uma empena cega de 700 m², única criação da artista nipo-brasileira em uma fachada de edifício residencial.










Casa Vogue




Um celeiro reformado em Wisconsin

Este antigo celeiro em Wisconsin, onde foram armazenadas sementes, que remonta a mais de 160 anos e totalmente abandonado, sofreu uma renovação de cima para baixo para transformá-lo em uma casa de campo perfeito, com volumes abertos e design branco suave.

































Apê com tijolinhos a vista em Madrid











Elegante minimalista


















O lar de Charlotte Moss