//

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Uma linda fazenda imperial no interior paulista

Entre os prédios da arquitetura doméstica do Brasil Antigo, o mais suntuoso é o solar. É o caso deste, no interior de São Paulo, projetado, construído e decorado pelo arquiteto Jorge Elias para cumprir a função de refúgio de fim de semana, com todo o conforto moderno, em cenário que exalta a brasilidade do século 18 em seu esplendor. “Não é herança de família, a casa foi feita dentro das normas do estilo colonial brasileiro com suas características plenas”, diz o arquiteto sobre o casarão de 2.500 m² em terreno de 25 mil m², iniciado em 2009 e concluído no ano passado, com sede de dez quartos e pavilhão da piscina em estilo Brasil Império. Até o fim do século 19, os imóveis eram medidos pela quantidade de janelas na fachada, visto que os “riscos”, como eram chamados os projetos arquitetônicos, primavam pela simetria. Neste, fora a fora, são 11 esquadrias no segundo pavimento. A imponência colonial se acentua com uma aleia de palmeiras-imperiais que dirige o olhar para a fachada principal, cujo corpo central é coroado por uma platibanda dotada de frontão triangular com relevo de ornatos barrocos. No interior, predominam duas cores características do nosso passado, o amarelo e o azul, que colorem o forro de tábuas presente em todos os cômodos.















Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário